Pé Diabético

Conheça os sintomas, causas e tratamentos

pediabeticosaocamilo

O que é Pé Diabético?

O Pé Diabético é uma complicação do Diabetes mellitus e ocorre quando uma área machucada ou infeccionada nos pés desenvolve uma úlcera (ferida). Seu aparecimento pode ocorrer quando a circulação sanguínea é deficiente e os níveis de glicemia são mal controlados. Qualquer ferimento nos pés deve ser tratado rapidamente para evitar complicações que possam levar à amputação do membro afetado.

O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue.

Sinais e sintomas de neuropatia diabética

  • Perda da sensibilidade
  • Queimação
  • Formigamento
  • Dormência
  • Dor na forma de agulhadas, pontadas ou facadas
  • Fraqueza (incluindo as pernas)
  • Cãibras

Estes sintomas geralmente pioram à noite, quando o paciente se deita, e melhoram durante o dia, conforme a pessoa se movimenta e faz suas atividades.

Sinais e sintomas na pele

  • Ressecamento
  • Fissuras (rachaduras)
  • Vermelhidão
  • Aumento da temperatura
  • Inchaço
  • Alterações nas unhas

A combinação desses sintomas pode indicar de forma precoce a instalação do chamado pé de Charcot, uma condição que leva à fragilidade óssea e favorece a ocorrência de luxações e fraturas.

O inchaço em um dos pés, por exemplo, aparece de duas semanas até dois meses antes de qualquer alteração óssea revelada por uma radiografia.

Causas

O pé diabético é causado por uma sequência de fatores que fazem uma pequena ferida evoluir para a necrose do tecido, pois o organismo é incapaz de curá-la. Dessa forma, a causa desse problema é o somatório de eventos como:

  • Lesões nos pés: bolhas, calos, micoses, traumas (topadas em quinas de móveis, cortes durante a pedicure etc.);
  • Pedicure inadequada: corte das unhas em formato que favoreça que elas encravem, remoção da cutícula, retirada dos calos sem orientação médica;
  • Calçados inapropriados: calçados abertos (chinelos, sandálias), salto alto, sapatos de bico fino, calçados que apertam ou “pegam” determinado ponto dos pés;>
  • Neuropatia diabética: o excesso de glicose afeta os nervos e diminui a sensibilidade à dor, fazendo com que o paciente demore em buscar tratamento;
  • Problemas de circulação: a glicemia elevada e as placas de gordura que se formam nas artérias prejudicam a circulação sanguínea, de forma que as células de defesa e o oxigênio não chegam aos pés em quantidade suficiente para combater infecções e regenerar o tecido;
  • Presença dos fatores de risco: diabetes mal controlada, hipertensão, obesidade, colesterol alto, tabagismo, sedentarismo, histórico familiar de pé diabético e úlcera e amputação prévias.

Tratamento

tratamento é adaptado às queixas do doente e às causas subjacentes após avaliação por parte do médico / podólogo. Os tratamentos são, habitualmente, estabelecidos após exame minucioso dos pés.

Ligamos para você!

Nos informe o seu nome e telefone. Será um prazer falar com você.

Pé Diabético

Conheça os sintomas, causas e tratamentos

pediabeticosaocamilo

O que é Pé Diabético?

O Pé Diabético é uma complicação do Diabetes mellitus e ocorre quando uma área machucada ou infeccionada nos pés desenvolve uma úlcera (ferida). Seu aparecimento pode ocorrer quando a circulação sanguínea é deficiente e os níveis de glicemia são mal controlados. Qualquer ferimento nos pés deve ser tratado rapidamente para evitar complicações que possam levar à amputação do membro afetado.

O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue.

Sinais e sintomas de neuropatia diabética

  • Perda da sensibilidade
  • Queimação
  • Formigamento
  • Dormência
  • Dor na forma de agulhadas, pontadas ou facadas
  • Fraqueza (incluindo as pernas)
  • Cãibras

Estes sintomas geralmente pioram à noite, quando o paciente se deita, e melhoram durante o dia, conforme a pessoa se movimenta e faz suas atividades.

Sinais e sintomas na pele

  • Ressecamento
  • Fissuras (rachaduras)
  • Vermelhidão
  • Aumento da temperatura
  • Inchaço
  • Alterações nas unhas

A combinação desses sintomas pode indicar de forma precoce a instalação do chamado pé de Charcot, uma condição que leva à fragilidade óssea e favorece a ocorrência de luxações e fraturas.

O inchaço em um dos pés, por exemplo, aparece de duas semanas até dois meses antes de qualquer alteração óssea revelada por uma radiografia.

Causas

O pé diabético é causado por uma sequência de fatores que fazem uma pequena ferida evoluir para a necrose do tecido, pois o organismo é incapaz de curá-la. Dessa forma, a causa desse problema é o somatório de eventos como:

  • Lesões nos pés: bolhas, calos, micoses, traumas (topadas em quinas de móveis, cortes durante a pedicure etc.);
  • Pedicure inadequada: corte das unhas em formato que favoreça que elas encravem, remoção da cutícula, retirada dos calos sem orientação médica;
  • Calçados inapropriados: calçados abertos (chinelos, sandálias), salto alto, sapatos de bico fino, calçados que apertam ou “pegam” determinado ponto dos pés;>
  • Neuropatia diabética: o excesso de glicose afeta os nervos e diminui a sensibilidade à dor, fazendo com que o paciente demore em buscar tratamento;
  • Problemas de circulação: a glicemia elevada e as placas de gordura que se formam nas artérias prejudicam a circulação sanguínea, de forma que as células de defesa e o oxigênio não chegam aos pés em quantidade suficiente para combater infecções e regenerar o tecido;
  • Presença dos fatores de risco: diabetes mal controlada, hipertensão, obesidade, colesterol alto, tabagismo, sedentarismo, histórico familiar de pé diabético e úlcera e amputação prévias.

Tratamento

tratamento é adaptado às queixas do doente e às causas subjacentes após avaliação por parte do médico / podólogo. Os tratamentos são, habitualmente, estabelecidos após exame minucioso dos pés.

Ligamos para você!

Nos informe o seu nome e telefone. Será um prazer falar com você.
Open chat
Olá, podemos ajudar?